BAIXAR APOSTILA DE CURSO DE ENCANADOR INDUSTRIAL

foreclosurecleanupbusiness.info  /   BAIXAR APOSTILA DE CURSO DE ENCANADOR INDUSTRIAL
postado por Nicol

APOSTILA DE CURSO DE ENCANADOR INDUSTRIAL

| Outro

    Curso de Encanador Industrial. Sumrio. Assunto Fundamentos da tubulao. Padronizao de pintura para tubulaes Tipos de suporte para tubulao. Tipos de. Material do curso de qualificacao do Prominp. by ferrazaldaz Curso de Encanador Industrial, Notas de estudo de Tecnologia Industrial 27 Números de download. +Número de Baixar o documento.

    Nome: apostila de curso de encanador industrial
    Formato:ZIP-Arquivar
    Sistemas operacionais: Android. Windows XP/7/10. iOS. MacOS.
    Licença:Somente uso pessoal
    Tamanho do arquivo:64.24 Megabytes


    Controle dimensional da junta a ser soldada: Fatores internos e externos que influenciam as emoções no trabalho. Selos de Segurança. Estava certo de que o problema estava em algum ponto mal aprendido. Pensei bastante sobre tudo o que eu realmente sabia. Qualquer erro encontrado no material, por favor, me avise! Go explore. Sobre esta Apostila Só com imagem. Segundo a espécie do material a medir Regular especular :Superfície Noções de Geometria Analítica.

    Material do curso de qualificacao do Prominp. by ferrazaldaz Curso de Encanador Industrial, Notas de estudo de Tecnologia Industrial 27 Números de download. +Número de Baixar o documento. Apostila de Encanador Industrial. Publicado em 11/mar/ por A.L.. encanadores. Excelente apostila contendo mais de páginas, abordando: Simbologia. Emprego das tubulações industriais. Suporte de tubulação. Alinhamemto do tubo . Fluxogramas. Baixar apostila. Apostila de caldeiraria do senai, veja o. na UEMA. Sobre: livro Traçados de Caldeiraria Funilaria e Encanador Industrial. Arquivado no curso de Engenharia Mecânica na UEMA. Download.

    Para tubos de ao a temperatura de aquecimento da ordem de 1. Os tubos de ao saem dessa primeira operao curtos e grossos; so levados ento, ainda quentes, a um laminador de rolos para reduo do dimetro.

    Vo finalmente para outros laminadores que desempenam e ajustam as medidas do dimetro e da espessura das paredes.

    Apostila de Encanador Industrial

    Fabricam-se por extruso tubos de ao de pequenos dimetros abaixo de 8 cm e tambm tubos de alumnio, cobre, lato, chumbo e outros metais no ferrosos, bem como de materiais plsticos. Fundio Nesses processos o material do tubo, em estado lquido, despejado em moldes especiais, onde solidifica-se adquirindo a forma final. Fabricam-se por esse processo, tubos de ferro fundido, de alguns aos especiais no-forjveis, e da maioria dos materiais no-metlicos, tais como: barro vidrado, concreto, cimentoamianto, borrachas etc.

    Para os tubos de ferro fundido e de boa qualidade, usa-se a fundio por centrifugao, em que o material lquido lanado em um molde com movimento rpido de rotao, sendo ento centrifugado contra as paredes do molde. O tubo resultante da fundio centrifugada tem uma textura mais homognea e compacta e tambm paredes de espessura mais uniforme.

    Os tubos de concreto armado so tambm vibrados durante a fabricao para o adensamento do concreto. Fabricao de tubos com costura Fabricam-se pelos diversos processos com costura, descritos a seguir, tubos de aoscarbono, aos-liga, aos inoxidveis e ferro forjado, em toda faixa de dimetros usuais na indstria. Para os tubos com solda longitudinal a matria-prima pode ser uma bobina de chapa fina enrolada, ou chapas planas avulsas. As bobinas so usadas para a fabricao contnua de tubos de pequeno dimetro, empregando-se as chapas planas para os tubos de dimetros mdios e grandes.

    A bobina ou a chapa calandrada no sentido do comprimento at formar o cilindro, sendo ento as bordas entre si; a circunferncia do tubo formado a largura da bobina ou da chapa. No caso da solda em espiral, a matria-prima sempre uma bobina para a fabricao contnua , para todos os dimetros, permitindo esse processo a fabricao de tubos de qualquer dimetro, inclusive muito grandes.

    A bobina enrolada sobre si mesma, sendo a largura da bobina igual distancia entre duas espiras da solda. Fabricao de tubos soldados por resistncia eltrica.

    Nos processos de solda por resistncia eltrica, a bobina de chapa depois de cortada na largura certa, conformada inteiramente a frio, em uma mquina de fabricao contnua com rolos que comprimem a chapa de cima para baixo e depois lateralmente, como mostra a Fig.

    Uma vez atingido o formato final do tubo, d-se a solda pelo duplo efeito da passagem de uma corrente eltrica local de grande intensidade e da forte compresso de um bordo contra o outro pela ao de dois rolos laterais. Cortesia da Cia.

    APOSTILA DE CURSO INDUSTRIAL ENCANADOR BAIXAR DE

    Siderrgica Mannesmann. H dois sistemas de conduo da corrente eltrica ao tubo: 1. O processo dos discos de contato [Fig. Esse processo aplica-se aos tubos de dimetros acima de 15 cm.

    Em qualquer dos casos, a corrente eltrica usada sempre alternada, de baixa voltagem e de alta freqncia at A corrente de alta freqncia tem a vantagem de produzir um aquecimento mais uniforme e mais local, pelo fato de caminhar apenas pela superfcie do metal.

    A intensidade da corrente, que sempre elevada, depender da espessura da chapa e da velocidade de passagem do tubo pelos eletrodos. A temperatura no local da solda da ordem de 1. Imediatamente depois da solda, a rebarba externa removida e em seguida o tubo resfriado, desempenado, calibrado e cortado no comprimento certo. At 15 a 20 cm de dimetro os tubos so soldados a topo, e para dimetros maiores a solda sobreposta, devendo os bordos serem previamente chanfrados.

    Os tubos de boa qualidade soldados por resistncia eltrica costumam ser normalizados para o refinamento da estrutura prximo solda, e para alvio das tenses resultantes da solda.

    As tubulaes industriais e suas conexes podem em funo de suas aplicaes, ser dotadas de revestimentos ant corrosivos e nas junes entre vlvulas e instrumentaes podem ser utilizadas juntas de isolamentos.

    Revestimento tripla camada: um sistema de revestimento aplicado sobre a superfcie de tubos de ao, utilizando-se poliolefinas termoplsticas. Os tubos so primeiramente limpos e aquecidos. Aps essa etapa, aplica-se a primeira camada do sistema,o epxi em p primer.

    Sobre o primer, aplicado, por extruso lateral, um adesivo copolimrico, cuja funo proporcionar a aderncia necessria entre o primer e a terceira camada do sistema. Finalmente, aplicada, tambm por extruso lateral, a poliolefina Polietileno ou Polipropileno , formando o sistema de tripla camada.

    Esse sistema adequado para tubulaes enterradas de gs e petrleo e instalaes submarinas. Devese tomar bastante cuidado em esmagar adequadamente a junta, devido a sua maior rea de contato. As tubulaes industriais podem ser montadas por diversos meios de ligaes. Abaixo seguem os principais tipos de conexes. Ligaes Soldadas: As principais caractersticas das ligaes soldadas so: Boa resistncia Mecnica Estanquedade perfeita e permanente Boa aparncia Facilidade de isolamento trmico.

    As principais desvantagens: Dificuldade de desmontagem Exigncia de mo de obra tcnica especializada. Ligaes Flangeadas: As ligaes flangeadas so facilmente desmontveis e aplicadas geralmente em dimetros maiores que 1.

    So utilizadas nas ligao com acessrios ou equipamentos nas tubulaes tais como: Vlvulas de bloqueio e alivio de presso, instrumentos de medio e controle tais como: Termmetros, Manmetros, Reguladores de presso,medidores de vazo e etc So desenhos em perspectiva isomtricas com ou sem escalas, de uma ou de um grupo de tubulaes prximas.

    Terminologia 1. A terminologia utilizada na soldagem vinculada aos termos tcnicos da lngua inglesa. Estes, sempre que possvel, sero mencionados entre parnteses para permitir um perfeito entendimento da matria.

    Os termos relacionados, a seguir, so apenas alguns dos mais usuais. Os termos tcnicos em liga inglesa e suas definies so encontrados numa abordagem mais completa na AWS A3. Alma do eletrodo core electrode : ncleo metlico de um eletrodo revestido, cuja seo transversal apresenta uma forma circular macia.

    Nova posição: BAIXAR CD ALCIONE ACESA

    Ver figura 1. Figura 1. Atmosfera protetora Protective Atmosphere : Envoltrio de gs que circunda a parte a ser soldada ou brasada, tendo o gs composio qumica controlada, ponto de orvalho, presso, vazo, etc. Brasagem brazing, soldering : processo de unio de metais onde apenas o metal de adio sofre fuso, ou seja, o metal de base no participa da zona fundida. O metal de adio se distribui por capilaridade na fresta formada pelas superfcies da junta, aps fundir-se.

    Camada layer : deposio de um ou mais passes consecutivos situados aproximadamente num mesmo Plano figura 1. Certificado de qualificao de soldador welder certification : documento certificando que o soldador executa soldas de acordo com padres prestabelecidos. Chanfro groove : abertura ou sulco na superfcie de uma pea ou entre dois componentes, que determina o espao para conter a solda. Os principais tipos de chanfro so figura 1.

    CURSO ENCANADOR INDUSTRIAL APOSTILA DE DE BAIXAR

    Chanfro em J single-J-groove 2. Chanfro em duplo J double-J-groove 3. Chanfro em U single-U-groove 4. Chanfro em duplo U double-U-groove 5. Chanfro emV single-V-groove 6. Chanfro em X double-V-groove Chanfro em meio V single-bevel-groove 8. Chanfro em K double-bevel-groove 9. Chanfro reto ou sem chanfro square-groove. Chapa de teste de produo production test plate ou vessel test plate : chapa soldada e identificada como extenso de uma das juntas soldadas do equipamento, com a finalidade de executar ensaios mecnicos, qumicos ou metalogrficos.

    Chapa ou tubo de teste test coupon : pea soldada e identificada para a qualificao de procedimento de soldagem ou de soldadores, ou de operadores de soldagem. Cobre junta Backing ou Mata-Junta : material ou dispositivo colocado no lado posterior da junta, ou em ambos os lados caso dos processos eletroescria e eletrogs , cuja finalidade suportar o metal fundido durante a execuo da soldagem.

    O material necessariamente no precisa se fundir durante a soldagem. O mesmo pode ser metlico ou no metlico. Exemplos de cobrejunta: metal de base, cordo de solda, material granulado fluxo , cobre, cermica, carvo entre outros.

    ENCANADOR INDUSTRIAL BAIXAR DE APOSTILA CURSO DE

    Consumvel: material empregado na deposio ou proteo da solda, tais como: eletrodo revestido, vareta, arame, anel consumvel, gs, fluxo, entre outros. Corpo de prova test specimen : amostra retirada e identificada da chapa ou tubo de teste, quando se objetiva conhecer as propriedades mecnicas, entre outras propriedades, do material analisado.

    Corrente eltrica de soldagem welding current : corrente eltrica que passa pelo eletrodo na execuo de uma solda. Para a retirada do metal lquido localizado na regio do corte, utiliza-se o ar comprimido. Diluio dilution : modificao na composio qumica de um metal de adio, causado pela mistura do metal de base ou do metal de solda anterior.

    Dimenso da solda weld size : 1. Solda de aresta: a medida da espessura do metal de solda at a raiz da solda. Solda em chanfro: a penetrao da junta de uma solda em chanfro, ou seja, a profundidade do bisel, adicionada raiz, caso seja especificada, excetuando os reforos.

    Solda em ngulo: para soldas em ngulo de pernas iguais, o comprimento dos catetos do maior tringulo retngulo issceles que pode ser inscrito na seo transversal da solda. Soldas em ngulo de pernas iguais: o comprimento dos catetos do maior tringulo retngulo que podem ser inscrito na seo transversal da solda. Eficincia de Deposio deposition effiiciency : relao entre o peso do material depositado e o peso do metal depositado e o peso do consumvel utilizado expressa em percentual.

    Manual encanador industrial

    Eficincia da Junta: relao entre a resistncia de uma junta soldada e a resistncia do metal de base, expressa em percentual. Eletrodo de carvo carbon electrode : eletrodo no consumvel usado em corte ou soldagem a arco eltrico, consistindo de uma vareta de carbono ou grafite que pode ser revestida com cobre ou outros revestimentos.

    O revestimento pode conter materiais que formam uma atmosfera protetora, desoxidam o banho e estabilizam o arco e que servem de fonte de adies metlicas solda. Veja figura 1. Eletrodo para solda a arco Arc Welding Electrode : componente do circuito de solda atravs do qual a corrente conduzida entre o porta eletrodo e o arco. Eletrodo Tubular Flux Corede Electrode : metal de adio composto, constitudo de um tubo de metal ou outra configurao oca, contendo produtos que formam uma atmosfera protetora, desoxidam o banho, estabilizam o arco, formam escria ou que contribuam com elementos de liga para o metal de solda.

    Proteo adicional externa pode ou no ser usada. Equipamento de soldagem: mquinas, ferramentas, instrumentos, estufas e dispositivos empregados na operao de soldagem. Escama de solda stringer bead, weave bead : aspecto da face da solda semelhante a escamas de peixe. Em deposio sem oscilao transversal stringer bead , assemelha-se a uma fileira de letras V; em deposio com oscilao transversal weave bead , assemelha-se a escamas entrelaadas, na figura 1. Escria slag : resduo no metlico proveniente da dissoluo do fluxo ou revestimento e impurezas no metlicas na soldagem e brazagem.

    Face do chanfro Groove Face : superfcie de um componente localizada no interior do chanfro, conforme a figura 1. Face da raiz root face : parte da face do chanfro adjacente raiz da junta, conforme a figura 1. Face de fuso fusion face : superfcie do metal de base que ser fundida na soldagem, ver figura 1. Fluxo Flux : composto mineral granular, cujo objetivo proteger a poa de fuso, purificar a zona fundida, modificar a composio qumica do metal de solda, influenciar as propriedades mecnicas.

    Gabarito de solda weld gage : dispositivo para verificar a forma e a dimenso de soldas. Tambm chamado de Calibre de Solda. Atualmente existem inmeros modelos. Veja as figura 1. Garganta efetiva effective throat : distncia mnima da raiz da solda sua face menos qualquer esforo, figura 1. Garganta de solda Fillet Weld Thoat : dimenso em uma solda em ngulo, determinada de trs modos: 1. Terica: altura do maior tringulo retangular na seo transversal da solda Figura 1.

    Efetiva: distncia mnima da raiz da solda sua face, excluindo qualquer reforo. Real: distncia entre a raiz da solda e a face da solda Figura 1. Gases de proteo shieding gas : gs utilizado para prevenir contaminao indesejada pela atmosfera. Gs inerte inert gas : gs que no combina quimicamente com o metal de base ou metal de adio. Geometria da junta joint geometry : forma e dimenses da seo transversal de uma junta antes da soldagem.

    Goivagem a arco arc gouging : goivagem trmica que usa variao do processo de corte e arco para fabricar um bisel ou chanfro, ou ainda para retirada de solda com descontinuidades. Goivagem por trs back gouging : remoo do metal de solda e do metal de base pelo lado oposto de uma junta parcialmente soldada, para assegurar Inspetor de soldagem welding inspector : profissional qualificado. Junta joint : regio onde duas ou mais peas sero unidas por soldagem.

    Junta de aresta edge-joint : junta entre as extremidades de dois ou mais membros paralelos ou parcialmente paralelos.

    Junta dissimilar dissimilar joint : junta soldada, cuja composio qumica do metal de base dos componentes difere entre si significativamente. Junta sobreposta lap joint : junta formada por dois componentes a soldar, de tal maneira que suas superfcies sobrepem-se figura 1. Junta soldada welded joint : unio obtida por soldagem, de dois ou mais componentes incluindo zona fundida, zona de fuso, zona de ligao, zona afetada termicamente e metal de base nas proximidades da solda.

    Martelamento peening : trabalho mecnico aplicado zona fundida da solda por meio de impactos, destinados a controlar deformaes da junta soldada, conforme a figura 1. Metal de adio filler metal : metal ou liga metlica a ser adicionado, para fabricao de uma junta soldada ou brasada.

    Metal depositado deposited metal : metal de adio que foi depositado, durante a operao de soldagem. Operador de soldagem welding operator : profissional capacitado a operar equipamento de soldagem automtica, mecanizado ou robotizado. Passe de solda weld pass : progresso unitria da soldagem ao longo de uma junta.

    Provas de Encanador

    O resultado de um passe: cordo de solda, camada. Passe estreito stringer bead : depsito efetuado seguindo a linha da solda, sem movimento lateral aprecivel.

    Passe oscilante weave bead : depsito efetuado com movimento lateral oscilao transversal , em relao linha de solda. Passe de revenimento temper bead : passe ou camada depositada em condies que permitam a modificao estrutural do passe ou camada anterior e de suas zonas afetadas termicamente. Penetrao da junta joint penetration : numa junta de topo, a profundidade da solda medida entre a face da solda e sua extenso na junta, inclusive reforos.

    A penetrao da junta pode incluir a penetrao da raiz. Numa junta de ngulo, a distncia entre a margem e a raiz da solda, tomada de uma reta perpendicular superfcie do material de base.

    Penetrao total da junta complete joint penetration : penetrao de uma junta na qual o metal de solda preenche totalmente o chanfro, fundindo-se completamente ao metal de base em toda a extenso das faces do chanfro. Penetrao da raiz root penetration : profundidade com que a solda se prolonga na raiz da junta. Perna da solda fillet weld leg : distncia da raiz da solda margem da solda em ngulo. Poa de fuso weld pool : volume localizado de metal lquido proveniente de metal de adio e metal de base antes de sua solidificao como metal de solda.

    Polaridade direta straight polarity : tipo de ligao para soldagem com corrente contnua, onde os eltrons deslocam-se do eletrodo para a pea a pea considerada como plo positivo e o eletrodo como plo negativo. Polaridade inversa reverse polarity : tipo de ligao para soldagem com corrente contnua, onde os eltrons deslocam-se da pea para o eletrodo a pea considerada como plo negativo, e o eletrodo como plo positivo.

    Porta-eletrodo electrode holder : dispositivo que prender mecanicamente o eletrodo revestido e conduz corrente atravs do mesmo. Posio horizontal horizontal position : em soldas em ngulo, posio na qual a soldagem executada pelo lado superior entre um metal de base posicionado aproximadamente horizontal e um outro posicionado aproximadamente vertical. Para soldas em chanfros, posio na qual o eixo da solda est num plano aproximadamente horizontal e a face da solda se encontra em um plano aproximadamente vertical.

    Posio plana flat position : posio de soldagem utilizada, quando a junta soldada, pelo seu lado superior, a face da solda se encontra em um plano aproximadamente horizontal. Posio vertical vertical position : posio de soldagem na qual o eixo da solda aproximadamente vertical.

    Na soldagem de tubos, a posio da junta na qual a soldagem executada com o tubo na posio horizontal caso o tubo possa ser girado, possvel que o tubo na posio horizontal caso o tubo possa ser girado, possvel que o tubo seja soldado apenas na posio vertical dependendo onde se posicione o soldador. Com o tubo fixo, o soldador ter que soldar nas posies plana, vertical e sobre-cabea para executar toda a solda. Posio sobre-cabea OverHead Position : posio na qual executa-se a soldagem pelo lado inferior da junta.

    Pr-aquecimento localizado local preheating : pr-aquecimento de uma poro especfica de uma estrutura. Processo de soldagem welding process : processo utilizado para unir metais pelo aquecimento destes as temperaturas adequadas, com ou sem aplicao de presso e com ou sem a participao de metal de adio.

    Profundidade de fuso depth of fusion : distancia que fuso atinge no metal de base ou no passe anterior, a partir da superfcie fundida durante a soldagem. Qualificao de procedimento procedure qualification : demonstrao pela quais as soldas so executadas por um procedimento especfico e podem atingir os requisitos preestabelecidos.

    Raiz da junta joint root : poro da junta a ser soldada onde os membros esto o mais prximo possvel entre si. Em seo transversal a raiz pode ser ponto, uma linha ou outra ou uma rea Figura 1.

    Raiz de solda weld root : pontos, nos quais a parte posterior da solda intercepta as superficiais do metal de base Figura 1. Reforo da face face reinforcement : reforo da solda localizado no lado onde a solda foi feita.

    Reforo da raiz root reinforcement : reforo da solda localizado no lado oposto por onde a solda foi executada. Revestimento produzido por uma ou mais camadas de solda depositado na face do chanfro com objetivo de produzir um metal de solda compatvel metalurgicamente com o metal de base do outro componente.

    Revestimento do eletrodo covering electrode : material sob a forma de p, extrudado ao redor da alma do eletrodo, consistindo de diferentes tipos de Segundo a espécie do material a medir Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.

    Pelotas, Fotografia Dir. Industriais Ltda. Os anos de a foram marcados pelo conflito da Primeira Guerra Mundial. Os tempos mudaram. A presença do homem na guerra fez com Seguridade Social.

    Eletrônica de potência Chaves semicondutoras de potência Noções de Geometria Analítica. Geometria lineal do plano y do espaço. Ângulos e Triângulos. Curvas Cônicas.. Curvas planas Superfícies. Sistema de Coordenadas polares cilíndricas y esféricas.

    CURSO DE INDUSTRIAL ENCANADOR BAIXAR APOSTILA DE

    Teoria das projeções Ana Luísa Lacava Lordello Prof. O que me levou a elaborar esta apostila. Nela, trarei Qualquer erro encontrado no material, por favor, me avise! Bons estudos a todos! Deus os abençoe! Força, Foco e FÉ! Luzia Dourado. O microcontrolador Eles consistem principalmente em imagens vetoriais, mas também podem conter Direito — conjunto de normas obrigatórias que garante a convivência social.

    O fenômeno é periódico, pois se repete em intervalos de tempo iguais Fontes de luz: 2. Regular especular :Superfície Resolvi voltar no tempo e re-aprender tudo.